Fotos

Curso de Justiça Restaurativa em Londrina com Paulo Moratelli.

Delegado Internacional para o Brasil da Sociedade Científica de Justiça Restaurativa (Espanha)

 

INFORMAÇÕES: Luis Claudio Galhardi
43.99996-1283 tim 99144-5276 vivo

INCRIÇÃO SITE https://goo.gl/RSqATT

 

DETALHES NO Facebook  https://www.facebook.com/events/158096478197507/?active_tab=about

 

 

“JUSTIÇA RESTAURATIVA E SUAS APLICAÇÕES PRÁTICAS: PREVENÇÃO, MEDIAÇÃO E TRANSFORMAÇÃO DE CONFLITOS”
Para a Justiça Restaurativa, tão importantes quanto as vítimas e os ofensores diretamente envolvidos em alguma situação conflitiva ou um crime, são aqueles que, indiretamente, sofreram os efeitos desse conflito ou crime: familiares, amigos, colegas, e, por extensão, a própria comunidade onde o conflito ou crime ocorreu. É um campo rico de atuação multidisciplinar, em especial nas áreas do Direito, Psicologia, Serviço Social, Pedagogia e Sociologia.

De outra banda, as práticas restaurativas, e, mais especificamente, os Peacemaking Circles, também são extremamente eficientes, efetivos e eficazes quando utilizados no intuito de produzir senso de comunidade, criação/restabelecimento de vínculos familiares e/ou comunitários, aprimorar o trabalho em equipe, sensibilizar indivíduos e comunidades rumo a cultura de paz, prevenir conflitos, acolher coletivos, como ferramenta de condução de oficinas temáticas, para construção de planos coletivos, para garantir uma democracia participativa, para aprimorar o diálogo, e isso apenas para citar algumas possibilidades de uso dessa metodologia para além dos espaços judiciais e conflitivos.

A Justiça Restaurativa se apresenta como via de compreensão da Justiça enquanto valor, e não como instituição ou função, portanto, não se restringe às aplicações no âmbito judicial, apesar de ali ter surgido. Nascida nos anos 1970 da crítica ao Direito Penal e da parca atenção destinada às vítimas de crimes que aportavam no Sistema de Justiça, hoje suas práticas estão presentes nos mais variados espaços de convivência humana, e em um grande número de países ao redor do mundo, notadamente no Canadá, Estados Unidos, Reino Unido, Nova Zelândia, Austrália, Bélgica e Brasil.

OBJETIVOS

 Introdução teórica da Justiça Restaurativa

 Introdução teórica a alguns métodos restaurativos: Peacemaking Circles (Círculos de Construção de Paz), Círculos Transformativos, Mediação (Cível, Familiar, Penal, Penitenciária, Transformativa) e Comunicação Não- Violenta, entre outros.

 Apresentação de relatos de usos dessas práticas em casos reais: no âmbito judicial, em escolas, em universidades, em presídios, em serviços da rede socioassistencial e de saúde, em empresas privadas.

 Avaliação crítica dos usos e possibilidades da Justiça Restaurativa e suas práticas no Brasil.

MINISTRANTE

Paulo Henrique Moratelli – Psicólogo; Delegado Internacional para o Brasil da Sociedad Científica de Justicia Restaurativa (Espanha); instrutor independente de Círculos de Construção de Paz certificado por Kay Pranis desde 2012; Professional & Self Coach; Coach de Grupos e Equipes; Analista Comportamental; mediador Cível, Familiar, Penal, Penitenciário e Transformativo; atuou como Coordenador Técnico do Programa Municipal de Pacificação Restaurativa de Caxias do Sul, e também como instrutor de Círculos Restaurativos e de Construção de Paz da Escola da Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul – AJURIS/RS.

Onde: Palhano Hall - Rua Ernâni Lacerda de Athayde, 350 - Gleba Palhano
Quando: 05/05/2018

Horário: Das 9h às 12h e das 13h30 às 18hs

Invetimento: Inscrições R$ 420,00 (até 3x)

Inscrições até 30/04 R$ 400,00 (até 3x)

Grupos: R$ 380,00 - a partir de 3 pessoas (até 3x)

Estudantes e Idosos: R$ 250,00 (até 2x)